FALTA DE TRANSPARÊNCIA E DESCASO MARCAM OS DOIS ANOS DO CRIME DA VALE EM BRUMADINHO

O rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, completa dois anos na segunda-feira (25 de janeiro), dois anos de descaso, negligência e impunidade com o crime da Vale, que deixou 272 mortos e 11 desaparecidos, além de graves danos ambientais à natureza e à bacia do Rio Paraopeba. A mineradora segue impune e lucrando bilhões, enquanto os atingidos n&atil Leia mais[+]