Sem Investimento do Governo
ABANDONO DOS INVESTIMENTOS NO SANEAMENTO NO ESTADO
sem imagem

Os investimentos programados para aplicação pela Copasa e Copanor estão longe de ser alcançados. O programa para a Copasa previa R$ 750 milhões em 2019; R$ 840 milhões (2020); R$ 1.307 milhões (2021) e R$ 1.365 milhões (2022).

Os números para a Copanor foram programados de forma mais modesta, R$ 36 milhões para 2019 e R$ 40 milhões para os anos seguintes até 2023.

Os investimentos realizados na Copasa foram de R$ 395 milhões (2016); R$ 511 milhões (2017); R$ 686 milhões (2018); R$ 586 milhões (2019); R$ 459 milhões (2020) e R$ 331 milhões (1º semestre de 2021).

Na Copanor, mais modestos ainda, foram R$ 33 milhões (2016); R$ 28 milhões (2017); R$ 46 milhões (2018); R$ 34 milhões (2019); R$ 22 milhões (2020); R$ 8 milhões (1º semestre 2021).

O resultado da gestão irresponsável da falta de investimento é o não cumprimento de contratos de programa com municípios, gerando uma gritaria da população e dos poderes das cidades desassistidas. A Copasa vai sendo dilapidada, com o sucateamento de suas estruturas e a progressiva dificuldade para manter as concessões que vão vencendo. Estão literalmente matando a empresa.

          

[+] Veja mais noticias              Voltar para página inicial